Sarney: ‘Não indiquei ninguém”, garante

Em entrevista à Folha de S. Paulo, publicada hoje, o senador José Sarney (PMDB-AP) garante que não indicou ninguém para vagas do setor elétrico, mas defende a distribuição de cargos como forma de sustentar a governabilidade.

FOLHA – Tanto o sr. como o pre- sidente Lula praticaram a política de distribuição de cargos aos aliados. Não há como governar o Brasil sem ela?
SARNEY – Eu não distribuí cargos. Eu governei com os quadros que me foram dados pelos partidos que me apoiaram, PMDB e PFL [hoje DEM]. O presidente Lula está fazendo o mesmo, o presidente Fernando Henrique fez o mesmo.

FOLHA – Mas isso não é fisiologismo, troca de cargos por votos?
SARNEY – Isso é uma visão deformada. Você tem de governar com o partido que lhe levou ao poder, tem de governar com os quadros dos partidos. Claro, escolhendo os melhores.

FOLHA – O PMDB, seu partido, é responsável pelo Ministério de Minas e Energia, sob o comando de seu amigo Edison Lobão. Só que não consegue ter liberdade para nomear o presidente da Eletrobrás. Por que isso acontece, veto da ministra Dilma Rousseff?
SARNEY – Acho que isso é uma injustiça com a ministra Dilma. Ela é uma pessoa do setor elétrico e tem a responsabilidade de coordenar o PAC. O que ela quer é que seja eficiente.

FOLHA – O sr. não acha um desprestígio para o seu partido e até para o sr. o veto que a Casa Civil fez a nomes como os de Evandro Coura e José Antonio Muniz para a presidência da Eletrobrás?
SARNEY – Primeiro, eu não indiquei nenhum desses nomes. Eu, com a minha longa vida política, conheço todo mundo e sei da capacidade deles. Alguns até trabalharam comigo, e evidentemente posso opinar, não estou impedido de opinar, mas não indiquei ninguém.

FOLHA – Incomoda o sr. ter a fama de, entra governo e sai governo, manter influência no poder?
SARNEY – Eu tenho duas paixões, a literatura e a vida política, e estou na política para servir ao Brasil. Sinto-me na obrigação de continuar, não posso desertar do campo político. Agora, com a longa vida política que tenho, não vou querer que só me joguem flores.

Assinantes, leiam aqui

Anúncios

2 Responses to Sarney: ‘Não indiquei ninguém”, garante

  1. Lobão Veras disse:

    O dono do MA acha que todos ainda acreditam em suaas antigas histórias. Conta outra amigo, todos sabem que você está pór trás de tudo que acontece no Maranhão, inclusive o bloqueio de recursos. Esse conto é velho.

  2. Diego disse:

    Ao meu ver não pode-se negar que ele está certo em alguns pontos…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: