Vereador de Santa Inês pode ser preso

pelada2.jpgO site CidadeVerde.com informa que a Polinter (Polícia Interestadual) pode prender nas próximas horas o vereador de Santa Inês (250 km de São Luís), Aldoniro Muniz, mais um político acusado de participação na quadrilha desbaratada pela Operação Serra Pelada, que já prendeu seis pessoas acusadas de roubar veículos pesados em todo o país. Escutas telefônicas da Polícia Civil teriam confirmado a participação do parlamentar do interior maranhense e de mais 30 pessoas envolvidas.

O delegado Francisco das Chagas Costa, o ‘Bareta’, está no Maranhão para realizar novas prisões. Foram 15 mandados de prisão expedidos pelo juiz Joaquim Dias de Santana Filho, da 1ª Vara Criminal de Teresina (PI), e seis pessoas já foram detidas. Entre elas está outro político, Antônio Albuquerque Cabral (foto), o Tota Belizário, ex-prefeito de Cuitegi, interior da Paraíba.

Tota Belizário foi preso com uma picape Silverado e um caminhão (foto), roubados em outubro de 2007 em São Luis.

Outros dois policiais militares também foram presos em Santa Inês e foram trazidos para um quartel de Timon (42o km de São Luís), onde seguem detidos e devem prestar depoimento. Completam a relação de presos os corretores de trator Antônio Lopes e Valci Alves, além do sobrinho do ex-prefeito paraibano, Sandro Albuquerque.

A investigação começou após o roubo de um trator tipo carregadeira, na estrada da Alegria, zona sul de Teresina. O crime foi noticiado pelo Cidadeverde.com no dia 12 de outubro, e desde então a Polinter investiga a ação da quadrilha, que atingia todo o país e tinha conexões internacionais.

Na Bolívia, o bando tinha um preço mais valorizado do trator. O veículo roubado no ano passado em Teresina estava valorizado em R$ 230 mil. Outro trator, roubado da prefeitura de Timon no dia 31 de dezembro, também foi levado pela mesma quadrilha.

Além de políticos e policiais militares, empresários e inspetores da Polícia Rodoviária Federal podem estar entre os envolvidos nos crimes, que tinham facções atuando em Caruaru (PE) e Santa Inês de forma revezada. Ainda são procurados pela polícia Michel Muniz Cabral, sobrinho de Tota, e Marcos Antônio Veras, empresário de Caruaru. Os dois seriam os cabeças da quadrilha.

Leia mais aqui e aqui

Anúncios

One Response to Vereador de Santa Inês pode ser preso

  1. […] delegado da Polícia Interestadual do Piauí, Francisco das Chagas Costa, que comandou a operação Serra Pelada. Segundo ele, Costa foi “irresponsável” ao dizer que existem parlamentares (um […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: