Começa a cruzada contra os suplentes

Do Jornal do Brasil

No meio da gritaria na Praça dos Três Poderes por cargos em estatais, de um lado, e em CPI que sequer começou, de outro, surge uma voz pausada e solitária no 5º andar do Anexo I do Senado, a dissertar sobre o que resta da política numa Casa açoitada pelas denúncias – contra os nobres titulares ou contra alguns das duas dúzias de suplentes que herdaram as vagas.

E é contra o papel de suplente que o presidente da Comissão de Constituição e Justiça, senador Marco Maciel (DEM-PE), iniciou sua cruzada solitária. “Há um sentimento para eliminar a figura do suplente”, esboça o tímido senador, diante da pilha de propostas de reforma política que pretende tocar este ano na CCJ.

A comissão começa a debater hoje as propostas de emenda à Constituição sobre o tema – são nove, até agora, com teores tão distintos quanto os currículos dos suplentes que chegaram à Casa Alta – a serem aglutinadas num só projeto, sob as mãos do relator Demóstenes Torres (DEM-GO). Maciel, que titubeia em cravar ser contra a suplência, reconhece que a batalha será árdua. “Não é fácil um entendimento nesse território”.

Leia mais aqui

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: