Chiquinho Escórcio, o “alma penada”

chiquinho_escorcio.jpgEx-parlamentar diz ao Jornal do Brasil que trabalha no Congresso para o governo Jackson Lago

Reportagem publicada na edição de domingo do Jornal do Brasil sobre parlamentares que perderam o mandato e continuma perambulando pelo Congresso concede amplo espaço ao folclórico maranhense Chiquinho Escórcio. O ex-senador entra no quesito “almas constrangedoras”. São, segundo o texto, um grupo da bancada de ex-parlamentares que causa incômodo entre os atuais senadores. As principais reclamações são quanto à falta de decoro.

“Existem alguns (ex-parlamentares) que realmente acabam nos constrangendo, nos colocando na parede para conseguir cargos e pedidos pessoais em nome dos velhos tempo”, diz o líder do PSDB no Senado, Arthur Virgílio (AM).
 
Escórcio é suplente de deputado federal pelo PMDB. No ano passado, durante as denúncias contra o ex-presidente do Senado Renan Calheiros (PMDB-AL), ele, que o assessorava, acabou protagonizando mais um escândalo no processo. Foi acusado de espionar os senadores goianos Demóstenes Torres (DEM) e Marconi Perillo (PSDB), que trabalhavam pela cassação de Renan. Acabou exonerado do cargo por pressão do plenário.
 
Segundo a reportagem, mesmo assim, Escórcio finge que nada aconteceu. Continua a circular quase que diariamente pelos tapetes azuis do Senado, provocando, com suas atitudes, reclamações até de funcionários da Casa. Para justificar as visitas freqüentes, ele alega que, agora, além de “tentar provar sua inocência” no episódio, está colaborando com o governador do Maranhão, Jackson Lago, inimigo do clã Sarney, ao qual Escórcio é ligado.
 
“Busco mostrar que não tive envolvimento com aquele episódio. Também trato questões do Maranhão. Fui senador, nada mais justo eu estar por aqui”, explica Escórcio.
 
O ex-senador admite que, para quem já fez parte da galeria de parlamentares, é difícil se afastar do Congresso.

“Todo mundo diz que o poder fascina. E fascina mesmo. Sinto falta da rotina desta Casa”, afirma o Escórcio, que diz dividir seu tempo entre o plenário e a adminstração de seus empreendimentos imobiliários.

Anúncios

3 Responses to Chiquinho Escórcio, o “alma penada”

  1. Velvet Poison disse:

    Essa figura seria cômica se não fosse tão patética.

  2. maranhense disse:

    É uma vergonha uma pessoa dessa não tem opinião própria, pois só serve de garoto de recado deste grupo opressor.

  3. Diana disse:

    Ele ronda o Congresso porque nem o cemitério o aceita.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: