Cantanhede: TSE não reconhece cassação de prefeito

Brasília – O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) deu sobrevida ao mandato do prefeito e vice de Cantanhede, interior do Maranhão. Raimundo Nonato Borba Sale (PR) e Meire Valéria da Silva (PMDB), foram cassados pelo TRE-MA, mas o ministro José Delgado, do TSE, decidiu diferente. Ele não reconheceu recurso contra os dois.

Para Delgado, não houve compra de votos, como pregava o segundo colocado nas eleições, Erandy Ferreira de Castro, da Coligação “A União Faz a Força” (PSB-PSDB-PT-PTB-PRTB-PAN-PRONA). “Não há interesse legítimo que ampare o ajuizamento da ação somente após a eleição, na tentativa de reverter o resultado das urnas”, escreveu, em sua decisão.

O recurso de Erandy acusava o prefeito e o vice de comprar votos no período anterior às eleições de 2004, dando dinheiro, construindo poços semi-artesianos, distribuindo cadeiras de roda, fornos e promessas de emprego. Quem patrocinava era o então prefeito Hildo Horta, que, segundo o processo, contratava funcionários em período proibido e cedia serviores públicos à coligação de Raimundo Nonato.

Anúncios

One Response to Cantanhede: TSE não reconhece cassação de prefeito

  1. fábio cantanhede. disse:

    EU COMO CIDADÃO CANTANHEDENSE TENHO EMPLENA CONVIQUIÇÃO Q OUVE COMPRA DE VOTOS SIM E Q ESSES VOTOS FORAM CONPRADOS NÃO DIRETAMENTES. MAIS INDIRETAMENTE POR HILDO AUGUSTO DA ROCHA NETO ELE GASTOU MUITO NESSA ELEIÇÃO DANDO DINHEIRO..
    INCLUSIVE EU O MESMO RECEBI UMA QUANTIA POR TERÇEIROS PRA MIN VOTAR NELE. MAIS N CABE A MIN DECIDIR NADA ..COMENTÁRIO FEITO..

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: