Vale pede a prisão de integrante do MST

Da coluna Radar da revista Veja que está nas bancas:” A Vale, que teve unidades invadidas e depredadas pelo MST e pela Via Campesina nos últimos dias, resolveu contra-atacar. Não apenas qualificando de “bandidos” os que promoveram as ocupações, como fez um de seus diretores, mas enviando à Polícia Federal uma petição em que pede a prisão de Eurival Carvalho, o Totô, líder do MST que chefiou a invasão da Estrada de Ferro Carajás, em outubro. A polícia e a Justiça conhecem bem Totô: ele é investigado em cinco inquéritos e réu em outros três processos criminais. No pedido à PF, a Vale diz que sua prisão seria uma medida “imprescindível”. Agora, a empresa se prepara para tentar fazer o mesmo com os chefes do movimento que invadiram as suas instalações no Maranhão e em Minas, na semana passada.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: