Medidor digital: conta subiu 1.200%

Na tumultuada audiência pública ocorrida na Assembléia Legislativa onde foi discutida a eficácia dos novos medidores digitais da Cemar (Companhia Energética do Marahão), o deputado Edivaldo Holanda (PTC) mostrou um caso onde a conta de um consumidor saltou de R$ 121 (com medidor analógico), em fevereiro, para R$ 1.442,02 (com medidor digital) em março – incríveis 1.200% de aumento.

Edivaldo Holanda defendeu que a troca dos medidores seja suspensa. A Cemar diz que se baseia em resolução do Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia) para realizar as substituições. Disse também que a lei permite que ela corte o fornecimento de energia de quem tentar impedir o acesso aos medidores. Indignados, líderes comunitários ameaçaram incendiar os carros da empresa nos bairros.

No final, nada ficou resolvido. Exceto para a assessoria de imprensa da Cemar, que divulgou um release sobre a audiência uma hora e meia antes dela começar dizendo que a empresa havia demonstrado “que os medidores eletrônicos utilizados no Maranhão atendem integralmente a todas as exigências do Inmetro”.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: