Em ano eleitoral, Lula libera a gastança

Em ano de eleição, governo decide liberar integralmente os R$ 38 bilhões de investimentos do Orçamento

Vicente Nunes
Do Correio Braziliense

Brasília – A Secretaria de Orçamento Federal (SOF), ligada ao Ministério do Planejamento, já finalizou o decreto presidencial que será baixado no início da próxima semana com a programação financeira da União para este ano. Mas antes mesmo de o documento ser divulgado, o Palácio do Planalto — de olho nas eleições municipais e disposto a criar um candidato forte para suceder o presidente Lula — já recomendou aos ministérios que se esforcem para empenhar e gastar o que for possível até 30 de junho próximo, quando todos os investimentos públicos serão suspensos pela lei eleitoral.

A ordem para a gastança foi reforçada e repassada diretamente por Lula aos ministros Márcio Fortes (Cidades), Edison Lobão (Minas e Energia) e Alfredo Nascimento (Transportes), cujas pastas concentram o grosso das obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), o maior projeto político do governo. Pelo Orçamento, o conjunto de ministérios terá R$ 38 bilhões à disposição para investimentos. Outros R$ 61,6 bilhões já foram liberados para as estatais.

Assinantes, leiam mais aqui

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: