Deputado estadual quer camisinha de graça

Assembléia pode aprovar hoje projeto que obriga motéis, hotéis e pousadas a presentearem clientes com camisinha

O deputado estadual Alberto Franco (PSDB) quer “camisinha” de graça em móteis, hotéis, pousadas e estabelecimentos congêneres. Para isso, apresentou projeto de lei (PL) na Assembléia Legislativa. A matéria passou em todas as comissões temáticas com parecer favorável, como Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e Comissão de Saúde. Hoje, o item é o quarto da pauta e poderá ser apreciado. Por seu histórico, será aprovado com facilidade.

Com o projeto, o deputado quer diminuir o risco de proleferação de doenças sexualmente transmissíveis, já que muitos por ai se negam (ou não têm dinheiro ou não têm costume) a usar ou comprar preservativos. De quebra, ainda poderá ajudar na redução da gravidez precoce ou indesejada. É uma boa sacada do nobre deputado. Embora, na maioria dos estabelecimentos “destinados a encontros íntimos”, já exista um preservativo de graça, ao menos.

Com a lei aprovada, o duro vai ser obrigar as pousadas, hotéis e “congêneres” a colocarem o preservativo lá. Será preciso fiscalização dos poderes em seu cumprimento. E (quem?) como será fiscalizado?

Anúncios

3 Responses to Deputado estadual quer camisinha de graça

  1. OTAVIO REGO disse:

    É bem-vinda a aceitaçao desse projeto Lei neste País, afinal de contas já era tempo de liberar as camisinhas, nesses estabelecimentos de sexo e prazer. DALI GAROTO!

  2. luis lima disse:

    Pergunto: por que ao invés de se mandar colocar camisinhas em motéis, hotéis e similares, não se faz um Projeto transformando cada motel desses numa escola? Afinal, esses estabelecimentos estão ficando obsoletos diante de inúmeros lugares públicos que estão sendo transformados em motéis. esses nobres deputados com certeza devem ter filhos;será que têm se preocupado com a sexualidade deles? será que têm orientado para o perigo de sexo praticado sem assepsia, sem prservação, e principalmente do momento inoportuno de fazê-lo? São Luís tem um exército de jovens totalmente despreparados para o sexo, e o que é pior, tendo informações inadequadas que desviam o curso natural dos costumes, incorrendo em distúrbios de caráter, comportamento e espiritualidade. Existe emprego para as que engravidarem se a camisinha furar? ou para os futuros papais? tem base,isso?

  3. Flávio disse:

    Concordo com o Luís.
    As pessoas devem discutir não sobre distribuição de camisinhas de graça, mas sobre uma revisão de maus costumes tão disseminados nos dias atuais.
    É hora de rever a posição que os pais e principalmente Deus assume na educação dos filhos.
    Ao invés de investir tempo em projetos que só aumentam ainda mais a sexualidade (e em decorrência disso ocorrem DSTs, Gravidez indesejada, aborto etc), seria hora de discutir sobre educação, saneamento básico, geração de emprego.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: