Deputado acusa Sarney de comprar votos em Macapá

O deputado federal Ribamar Alves (PSB-MA) acusa o senador José Sarney de comprar votos para eleger seu prefeito e Macapá. Em discurso na Câmara nasemana passada, ele diz que o cacique usou “a coação para liderar um grupo de políticos, juízes e empresários, que imploram sua proteção para escapar de julgamentos e penas da Justiça e do Fisco”, em favor de seu candidato. E cita que, a mando de Sarney, o último debate entre candidatos teve o sinal interferido por uma rádio do estado.

Confira trecho do discurso:

Não fosse o derrame de dinheiro público nos últimos 15 dias de campanha, o candidato de Sarney não seria vitorioso. Roberto Góes ganhou pelo dinheiro, pelos favores, pelo medo ou pela utilização de atos criminosos.

Existem constatações marcantes da utilização de atos criminosos, como, por exemplo, a interferência maléfica no debate da TV Amapá, a única emissora de TV livre do jugo de Sarney e sua tropa.

Como não tinha como cancelar o evento, o Governador Waldez, obedecendo ordens de Sarney, determinou que a banda de propagação das ondas da Rádio Difusora, de propriedade do Governo do Estado, fosse elevada até interferir no áudio da afiliada da Rede Globo nos momentos das falas de Camilo. Além disso, por duas vezes cortaram o fornecimento de energia elétrica da região onde está localizada a emissora.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: